sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Falando em livros minúsculos... | Speaking of tiny books...

Ficamos super felizes quando vemos outros artistas, ilustradores e afins tendo sucesso profissional em suas áreas, pois reforça para nós a idéia de que é possível viver de arte neste nosso país, e também porque vai contra o preconceito, introjetado por muitos de nós, de que arte não é trabalho!

Tá bem que nosso trabalho dá muito mais prazer do que a maioria das profissões por aí: melhor pra nós! Nós não saímos por aí dizendo que os outros não estão trabalhando!!!!

Tá, e o que tem isso a ver com livros minúsculos???

Pois bem: esta semana, recebemos o (prometido e muito esperado) portifólio de ilustrações infantis da nossa amiga Karen Elis Cornacchia, e é um minúsculo livro-acordeom, dentro de uma micro-mala, que ela chama de bagagem (pessoal) dela.

Recheado de aquarelas e desenhos, memórias, gostos e preferências, ora delicados, ora engraçados, ora instigantes, como toda boa ilustração infantil deve ser, não podia ser mais simpático e criativo! Tiramos algumas fotos, que mostramos a você, logo a seguir. Parabéns, Karen, e obrigada por ter nos mandado esta pequena grande amostra do seu trabalho!

We are so pleased when we see other artists, illustrators and alike being successful in their jobs, because it makes stronger in ourselves the idea that it is possible to "pay the rent" being an artist in our dear country, and also because it goes straight against the prejudice, which many of us learned when kids, that art is not a real job!

Ok that this job we chose gives us so much more pleasure than most of the ordinary jobs around: better for us! We don't go around saying other people is not working properly!!!!

So what does it have to do with tiny books???


Well, this week the mailman delivered the (promised and waited) children illustration professional portfolio of our friend Karen Elis Cornacchia, and it is a mini micro little accordion-book, inside a mini-micro-little pink suitcase, which she calls "her (personal) luggage".

Fulfilled with watercolors and drawings, showing us her memories, fondness and preferences, sometimes delicate, sometimes funny and instigating like all children's illustration should be, it couldn't be more creative and sympathetical! We took several shots of it, as you may see bellow. Congratulations, Karen, and thank you for sending us this little big sample of your work!





5 comentários:

  1. Muito legal a bagagem da Karen! A cara dela, poético e criativo!
    Bjs
    Cy

    ResponderExcluir
  2. Querida Tati,

    Muito obrigada pelo carinho e por sua generosidade.Estou emocionada com o que você escreveu sobre meu portifólio e também com as surpresas maravilhosas que o destino nos traz, como uma nova amiga, uma nova fadinha madrinha. Vou sempre ver em você não somente uma artista de talento, mas também uma amiga muito querida.
    Beijos,

    Karen Elis

    ResponderExcluir
  3. bem bacana isso eim..
    e não é justo vc achar que .. quem é artista é mais sortudo que outros..
    eu pelo menos ralo para cac... né
    eu acho que vc tem que buscar algo que goste..
    tem gente que ama matématica. (é anormal haha mas tem).entãová atras de algo relacionado...
    reconhecimento não vem do nada.. tem que levantar as manguitas.

    ps.obrigada pelo comentário em meu blog..

    ResponderExcluir
  4. não somos mais sortudos... ao contrário, enfrentamos mais dificuldades e preconceitos, tem muita gente que acha que não é trabalho... aquela MOLEZA sabe? rsrsrs...
    Mas temos nossas compensações, pois nosso trabalho proporciona prazer. Claro que apóio quem gosta de matemática, física, eletrônica, lá lá lá, etc, afinal TODAS as profissões são necessárias, só não entendo como alguém prefere trabalhar num cartório rsrsrs
    brincadeira, não é intenção atingir nenhum profissional, apenas fiz piadinha, dizendo que "não acusamos os outros de não trabalhar"
    Espero não ter sido mal compreendida. Enfim, ficam aqui as desculpas, se fui.
    Agora, vamos levantar as manguitas que conosco não tem "das oito às cinco" né?
    bye bye vou trabalhar mais um pouco

    ResponderExcluir
  5. Somethings need an explanation: what Vivi told was that she thinks it's unfair to say we artists are luckier than other people, beacuse she says she works hard (so do we, Vivi!)

    I said, in response, that defenitely we are not luckier, because we have to face more dificulties and prejudices, for some people do not consider our work as real jobs, and that I never ment to say that other jobs are not important, I just don't get why some people choose to work at the clerks [lol] hey, I'm just joking, I respect all jobs, and I added that I'm sorry if I was misunderstood, because, repeating, I never ment to say art is better than other professions.

    ResponderExcluir

Comente no sketchbook | Coment on the sketchbook